Entrevista imperdível com Kate Raworth: economista que propõe um novo sistema econômico para o século XXI - Economia Donut

Um sistema econômico para esquecermos o PIB e focarmo-nos no equilíbrio AMBIENTAL e HUMANO.

theintercept.com/2020/09/22/en

“Refloreste o pensamento e liberte o futuro/ Refloreste o pensamento pra adiar o fim do mundo.” 🎶
Matsi Waura Txucarramãe

Manifestação on line:

Para transformar a realidade é preciso transformar as consciências. Participe e ajude a criar uma sociedade capaz de defender e valorizar todas as formas de vida. manifao.org/

Hoje, dia 5 de Setembro, é dia da Amazônia!

Em homenagem à Amazônia, aos povos tradicionais e aos funcionários públicos da área do meio ambiente, o canal ASCEMA Nacional faz uma live, agora, contra o desgoverno federal e o desministro do meio ambiente.

youtu.be/aNa-_7m_Y6w

Pela primeira vez na vida, ganhei um prêmio num sorteio! Será que terei sorte no jogo, finalmente? Porque a parte do azar no amor, esta já me persegue há anos.

Boletim do Fim do Mundo.
“Antisofia. Real Demais Para Ser Verdade”

Uma reflexão interessante sobre o mundo contemporâneo, onde tudo se resume à construção de narrativa, que não está necessariamente baseada na realidade. O simulacro aceito como verdadeiro na ontologia digital da era da informação [qdo a informação deixa de ser mensagem para ser bit, ou seja, dado quantificado].

youtu.be/36G45cB89H0

Cuca deu boost

**People love winning streaks by individuals -- teams, not so much**

"People enjoy witnessing extraordinary individuals - from athletes to CEOs - extend long runs of dominance in their fields, a new study suggests. But they aren't as interested in seeing similar streaks of success by teams or groups."

sciencedaily.com/releases/2020

#science #news #bot

O Canal do Youtube, MovReCam, promove um excelente curso online sobre Cannabis Medicinal.

Live da 5a aula, agora:
youtube.com/watch?v=1-FzPk6Tx1

A política antidrogas já custou a vida de incontáveis crianças, jovens e adultos (principalmente pretos) nas periferias do Brasil. Passou da hora de mudarmos este cenário.

Não é hora de corrigir este equívoco? Essa classe social deveria ser chamada de classe parasitária, ou classe de ladrões, ou escória da humanidade, ou agentes do apocalipse, ou um porcento de sociopatas. Pra deixar bem claro que não há distinção ou grandeza em ser um herdeiro, ou um novo rico, ou um operador do mercado financeiro, que não produz um grão arroz, mas usufrui todo o conforto, todo o privilégio possível e, mesmo assim, não se dá por satisfeito.

Mostrar conversa

Resultado? Populações inteiras se formam sonhando em fazer parte do “melhor” da sociedade. O “melhor” que só existe porque usurpa riquezas e produz injustiças; o “melhor” que parasita o povo em nome da “mão invisível do mercado”; o “melhor” que destrói o meio ambiente mesmo sabendo que esta destruição levará a humanidade e inúmeros outros seres vivos à extinção.

Mostrar conversa

No entanto, para além dos preconceitos e ofensas, as palavras podem ter um efeito publicitário e danoso. O melhor exemplo é o termo “elite”, que significa: “O que há de melhor numa sociedade ou num determinado grupo”. Mas veja bem, elite é a palavra usada para se referir à camada social hegemônica: os bilionários, os listados pela revista Forbes que, nem de longe, representam o melhor de uma sociedade. Mas a palavra induz essa ideia.

Mostrar conversa

No Brasil racista e classista, é comum o uso de termos como “criado-mudo”, “denegrir”, “a coisa tá preta”; “elevador de serviço”; “quarto de empregada” etc. Se quisermos exemplos machistas e homofóbicos, é só lembrar os xingamentos mais comuns: “filha-da-puta” e “vai tomar no cu”. Por que não se xinga dizendo “seu filho de michê!”?

Mostrar conversa

Engana-se quem pensa que a língua é neutra. Não, a língua é uma ferramenta que pode ser usada para os mais variados fins. Um dos usos possíveis da língua é induzir seus falantes a acreditar em ideias naturalizadas, porém equivocadas.

Posso listar um número imenso de livros e filmes distópicos ou que ressaltam a maldade humana. Um deles é o “O Senhor das Moscas”, que contraria a ideia rousseauniana de que o estado natural do ser humano é a bondade. No entanto, a vida real desmente o imaginário pessimista do livro e dá razão ao filósofo [ver link]. Quem sabe se sonharmos com o melhor da humanidade, possamos construir, de fato, uma sociedade justa e plena em alegria.

theguardian.com/books/2020/may

Cuca deu boost

Students shouldn't be forced to use Zoom, Skype, and other nasty proprietary software to access an education. Support their #UserFreedom: sign our petition! u.fsf.org/34d

Dedico esta breve reflexão do psicanalista e anarquista Otto Gross (1877-1920), sobre os critérios para classificação dos distúrbios mentais, a todas e todos que se sentem desconfortáveis ou desajustados neste mundo.

Talvez, nós -- a minoria catalogada no DSM-5 -- sejamos o sopro de lucidez em meio a hipnose coletiva.

A imagem foi retirada do livro: CHECCHIA, M. (org.). Combate à Vontade de Potência. São Paulo, Annablume, 2016. p.136.

Cuca deu boost

Copyleft is a revolutionary concept that ensures that that once software is released freely, it will always remain free. Read about where copyleft is at today, thirty-five years after its inception: u.fsf.org/34v

Geopolítica 

TEMA: A China no contexto geopolítico mundial.

Esta é uma ótima e longuíssima live para quem deseja conhecer a história, a cultura e a economia chinesa, para além das superficialidades difundidas pela imprensa hegemônica brasileira.

youtu.be/7E0oxYDnHLU

🐲 🇨🇳 🐼

Geopolítica 

youtu.be/A0QRzbb8G6g

Bruno Torturra está especialmente inspirado na live de hoje sobre "Kamala Harris e o Conformismo Estrutural".

Mostrar mais
Mastodon Brasil

O mastodon.com.br é uma instância voltada para falantes de português brasileiro. Com a intenção de ser um espaço acolhedor e menos tóxico, tentamos ser uma instância que abriga pessoas de todas nacionalidades, etnias, formatos de corpos, gêneros, de identidades e orientações sexuais diversas, feministas, neurodivergentes, independente de religião, raça e orientação política.