Gigante! Carapaz conquista a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio. O equatoriano, campeão do Giro d'Itália 2019, entra para a história como um dos ciclistas mais vitoriosos da América Latina.

Essa imagem representa bem o Tour 2021. Jovem, explosivo, mostrando a cara e a irreverência. Pogacar entra pra história, conquista 2 Tour de France consecutivos e levando junto as camisas Polka Dot e a Branca. Duvidoso? Provavelmente... Por enquanto não se pode falar nada... Independente das polêmicas, é um ciclista com personalidade e sem medo de se expor. Chapeau!

Mohorič vence sua segunda etapa nesse Tour com direito a uma comemoração polêmica: o esloveno manda um recado ao esporte e à midia, querendo deixar claro que sua equipe não tem envolvimento com doping. A atitude foi irreverente, porém não tira a suspeita que foi levantada.

Última etapa de montanha desse e mais uma vitória para Pogacar. Não bastava a camisa amarela e a branca, agora ele conquista também a polka dot pelo segundo ano consecutivo. E sábado pode botar mais tempo em todos adversários na classificação geral... nada mais a declarar.

provavelmente a INEOS não vai conquistar nada mais do que o terceiro lugar na geral com Richar Carapaz. entretanto, Dylan van Baarle e o ex-campeão mundial Michał Kwiatkowski fazem um trabalho excelente ditando o ritmo principalmente no início das motanhas

Pogacar vence e convence! Não só ditou o ritmo, mas atacou (diversas vezes) e respondeu a todos os ataques na chegada ao alto. O jovem esloveno amplia sua vantagem e agora tem 5min39 sobre o segundo colocado (na etapa e na geral), Jonas Vingegaard.

imagens que trazem paz ao coração... torcendo para ver essa dupla nessas cores em Paris

Mais uma vitória da BORA nesse Tour. Patrick Konrad, atual campeão nacional da Áustria, conquista a marca mais importante da sua carreira em uma bela fuga de montanha em dia chuvoso. Nada muda na geral. Agora temos 2 dias com chegadas ao alto pela frente...

Valverde, 41 anos, chegou em segundo hoje apenas 23 segundos depois de Sepp Kuss, 26 anos. Que 23 duros... seria tão, mas tão histórico para o ciclismo ver um profissional de 41 vencer uma etapa do Tour. De qualquer forma, uma performance incrível do "Bala". Chapeau!

o melhor jogador da história acaba com o jejum de 28 anos da Argentina na Copa América. agora eles possuem 15 títulos e, junto com o Uruguai, são os países que mais venceram. Messi é gigante. O resto é resto.

34. Mark Cavendish iguala a marca de Eddy Merckx ao cruzar a linha de chegada em primeiro lugar mais uma vez. Agora, ambos possuem 34 vitórias de etapas do .
Hoje o sprint foi o mais nervoso e apertado até então para Mark vencer, mas venceu e convenceu mais uma vez. Ainda restam 2 etapas de sprint nessa edição do Tour...

Dias que a fuga vinga são sempre emocionantes. Hoje, quem leva a vitória para casa é a equipe BORA. Apesar de Peter Sagan, principal cilista da equipe, ter abandonado o Tour no início do dia, Politt confirma a expectativa que havia sido criado sobre ele (após fazer segundo lugar na Paris Roubaix em 2019). Chapeau!

o que a INEOS vai fazer nesse Tour? qual resultado vão alcançar? isso eu não sei dizer, mas o que sei dizer é que ver o Michał Kwiatkowski ditar o ritmo na montanha é totalmente

Mais uma vitória para no . Agora são 33 ao todo, apenas 1 a menos do que o maior ciclista de todos os tempos. Estamos vendo a história acontecer ao vivo e a cores, mas podemos ter episódios gigantescos num futuro breve...

Van der Poel abandonou o Tour de France conforme esperado desde o início. Deixa um show de memórias na história da maior prova de do mundo.

vitória histórica do no . ele volta a vencer depois de passar por depressão, quebas e temporadas em baixo nível. o "Manx Missile" agora tem 31 vitórias em etapas do Tour de France. apenas Eddy Merckx tem mais (35). de quebra, ele ainda assume a camisa verde e pode brigar para levar ela até Paris. chapeau!

Mastodon Brasil

O mastodon.com.br é uma instância voltada para falantes de português brasileiro. Com a intenção de ser um espaço acolhedor e menos tóxico, tentamos ser uma instância que abriga pessoas de todas nacionalidades, etnias, formatos de corpos, gêneros, de identidades e orientações sexuais diversas, feministas, neurodivergentes, independente de religião, raça e orientação política.