Comprei meu primeiro computador em julho de 1995 com windows 3.11. Em agosto saiu o 95. Em 2000 comprei outro com windows 98...

Em novembro 2003 instalei red hat 9 em dual boot. A partir de abril 2004 foi o meu so principal, desde que consegui ligar a internet discada.

Em outubro 2004 mandei vir uns CDs de um tal de ubuntu... até ao presente

Jorge Araújo deu boost

Qual seria o problema se o senhorio pudesse OUVIR e VER TUDO O QUE ACONTECE DENTRO DA CASA ALUGADA não é, mesmo? Privacidade para que?

Quem compra/aceita um negocio desses em casa é louco.

Amazon's Alexa for Residential Is a Brewi Privacy Nightmare

"With this feature enabled, you will be able to hear anything within the range of the device, see anything on the other side, in the case of an Echo Show, and also transmit your voice or video feed to the other device."

gizmodo.com/amazons-alexa-for-

Na Escola Pública, porquê software privado?

A associação de promoção de Software Livre, a Free Software Foundation, lançou recentemente uma petição capaz de nos pôr a pensar — em causa está a utilização de software proprietário num contexto que deve ser tendencialmente livre, o da educação. 

shifter.sapo.pt/2020/08/na-esc

Jorge Araújo deu boost

Despite five hours spent giving testimony before the US Senate Judiciary Committee in late July, neither Google, Facebook, Apple, or Amazon addressed the key problem that proprietary software gives their companies vast power over users: u.fsf.org/34w

Jorge Araújo deu boost

Courts have been forcing people to defend themselves from eviction on proprietary videoconferencing platforms. We should not accept opaque, proprietary software as infrastructure for our democracy. Read more: u.fsf.org/34t

Jorge Araújo deu boost

Students shouldn't be forced to use Zoom, Skype, and other nasty proprietary software to access an education. Support their #UserFreedom: sign our petition! u.fsf.org/34d

Vocês estão a ter aulas presenciais ou por videoconferência?

Esta instância está calma. Devem estar todos a dormir

Será possível atrair grande parte da população para o fediverso e deixarem de estar presas às grandes tecnológicas?

Jorge Araújo deu boost
Mastodon Brasil

O mastodon.com.br é uma instância voltada para falantes de português brasileiro. Com a intenção de ser um espaço acolhedor e menos tóxico, tentamos ser uma instância que abriga pessoas de todas nacionalidades, etnias, formatos de corpos, gêneros, de identidades e orientações sexuais diversas, feministas, neurodivergentes, independente de religião, raça e orientação política.