Toot fixado

Eu sempre tô falando de programação, tecnologia, música, streamers, youtubers e qualquer besteira que eu tiver vontade de falar aqui.

Eu não sou um mestre em nenhum assunto que falo, então provavelmente falarei besteira em algum momento.

Uma galera tem vazado do meu perfil e eu creio que é porque viram que eu falo muito sobre programação, marcas e Linux.

Vou deixar isso como fixado, porque gosto de ser tão transparente como um vidro.

Toot fixado

Política 

Até onde posso me descrever, me considero de centro-esquerda. Pois flerto tanto com o liberalismo à esquerda (como liberdades individuais), e flerto com os ideais socialistas e até comunistas, porque defendo justiça social.

Eu não sei o que sou, costumo me rotular por "liberal social", mas se tem uma coisa que eu sei que não sou: é passador de pano de fascistas e ideias antidemocráticas.

Pessoalmente, sou autoritário, cabeça dura. Publicamente, liberal até demais...

Mostrar conversa

contém link 

A Microsoft virou uma seita? ahsahshahsa

Mostrar conversa

contém link 

E esta foi a primeira vez na minha vida eu entro numa página contendo a política de privacidade de um site e está lá a foto do CEO sorridente da empresa por trás do site.

privacy.microsoft.com/pt-BR/

outro saite / ORS 

Eu acho que o Twitter foi justo ao mandar toda a massa "verified" calar a boca.
Num mundo normal, quem se fode constantemente é o usuário aleatória.

Lembretes no BASH 

Se você é um esquecido, experimente adicionar no seu ~/.bashrc o comando para executar um script para lembretes (que você vai fazer!):
| # [final do .bashrc]
| # COMANDO PARA MOSTRAR INFORMACOES SEMPRE QUE ABRIR O TERMINAL
| if [ -f ~/bash_lembretes ]; then
| . ~/bash_lembretes
| fi

No arquivo "bash_lembretes", você coloca simples echo's dizendo o que você deve fazer mais tarde. Exemplo:
| echo " ===== LEMBRETES [~/bash_lembretes] ====="
| echo # nada
| echo "1. MEU TODO"

Pela primeira vez, estou começando a achar os apps que fiz há três anos mais feios do que eu achava que eles eram.

Dica mestre pra emuladores minimalistas 

Ao clicar direito no arquivo da ROM, poderia ter um menu "Instalar jogo com o MyMasterEmu".
E sim, isso exige desenhar um wizard e uma interface do emulador para gerenciar os jogos instalados com ele.

Mostrar conversa

Dica pro M64 

Até acho bacana a ideia de emuladores minimalistas, que quando tu executa é literalmente só o jogo sendo exibido.

Isso daria para ser feito de um modo elegante: comandos CLI para instalar (e, opcionalmente, configurar) rapidamente uma ROM como se fosse um programa qualquer. O emulador criaria os lançadores no sistema para possibilitar executar as ROMs com configurações dedicadas.

Obviamente, isso implica em comandos para gerenciar/desinstalar os atalhos e configurações.

Mostrar conversa

Exemplo com palavrões: frontends do Mupen64Plus 

Pegue o Project64, específico ao Windows, que é baseado no Mupen64Plus:
Os plugins já estão configurados e prontos pra alguém jogar. Se esse alguém quiser experimentar outros plugins, tem um menu de configurações lá que permite alterar e configurar facilmente, sem muitos transtornos.

Eu chego no Ubuntu e instalo o Mupen64Plus. Como é que eu configuro o emulador?
Abrindo os arquivos de configuração e fazendo um minicurso online de cm mexer neles.

Mostrar conversa

Exemplo com palavrões: frontends do Mupen64Plus 

São uma M***A.

Eu não sei porque os devs originais desistiram dos frontends, mas o que já era ruim, ficou uma tragédia.

Eu só quero instalar a porra do emulador e executar meu joguinho, sem ter que ficar me preocupando em configurar dr*ga de input, video, audio e os car4lhos. Mas eu SEMPRE tenho que fazer isso porque os plugins "padrões" não exibem a imagem do Super Mario 64 e do Legend of Zelda corretamente.

Mostrar conversa

DICAS* PARA APPS 

"Tutoriais" para aprender a usar:
Assim que a pessoa abre o app pela primeira vez, o aplicativo poderia sugerir um guia rápido de como utilizá-lo.

"First runs":
Se houver mais de uma coisa para perguntar ao usuário na primeira executada do app, façam uma tela de boas vindas, tipo uma tela "Sobre", mas sendo um guia introdutório com ênfase na configuração (precisa ter texto e imagem, mas não exagera!). Ao final, pode indicar aquele guia para iniciantes e outras opções importantes

Mostrar conversa

DICA PARA APPS 

Um botão de feedback, para dar feedback, faz toda a diferença.

music 

Cause I don't wanna lose you now!
I'm looking right at the other half of me
The vacancy that sat in my heart
It's the space that now you hold
youtu.be/uuZE_IRwLNI

Era pra ter uma forma de desabilitar isso e mostrar só maluco aleatório.

Mostrar conversa

Eu quero fazer pacto com o diabo pra que ele mande pro inferno todo dev que decidiu que algoritmo de sugestão baseada em conexões próximas era uma boa ideia.

Pra mim é um PESADELO porque eu não suporto os seres asquerosos que me rodeiam.

Mostrar conversa

E a Twitch é do MESMO JEITO.

O site tem que indicar toda a nata de streamer próximo daqueles que eu JÁ conheci.

Eu quero conhecer gente NOVA, destacada, gente sem nenhuma relação com meus problemas passados, não gente de grupelhos tóxicos que eu já conheço. Especialmente streamer

Mostrar conversa

Eu odeio o Fb, o IG e todas as demais redes sociais por praticamente me obrigarem a conhecer toda a toxicidade da bolha que eu pertenço.

~ nada contra o Otu, até porque nem o conheço. Mas sendo amigo próximo daquele troço, eu quero é distância.

Mostrar conversa

Nem na Twitch essas merdas de algoritmos ne deixam EM PAZ

O LIXO TÓXICO daquele streamer (MrXandoso, foda-se!) que trouxe o motoclube dele pra spammar as minhas notifics no Twirar só porque eu cometi o pecado de dizer que ele parecia com o Cellbit, é amigo (virtual no mínimo) do OtuZiero, que eu segui semana passada, isto é, uns 3 ou 5 meses depois daquela treta ter acontecido.

Mostrar conversa
Mostrar mais
Mastodon Brasil

O mastodon.com.br é uma instância voltada para falantes de português brasileiro. Com a intenção de ser um espaço acolhedor e menos tóxico, tentamos ser uma instância que abriga pessoas de todas nacionalidades, etnias, formatos de corpos, gêneros, de identidades e orientações sexuais diversas, feministas, neurodivergentes, independente de religião, raça e orientação política.