Toot fixado

Como temos uma nova onda de usuários, por que não me reintroduzir?

Meu nome é Lucas Pinheiro Silva. Sou um historiador em formação pela UFMG (se desu quiser formo esse ano), interessado especialmente na Idade Moderna europeia e cultura impressa.

Quando estou ignorando minhas responsabilidades (quase sempre) gasto meu tempo com videogames, animes/mangás e podcasts.

Fora do computador, gosto de correr, mesmo que a corrida não goste de meus joelhos.

I use Arch, btw.
:anarchism:

Na minha cabeça o projeto para o concurso de mestrado está lindo, coeso e bem amparado bibliograficamente. Logo, vai ser um inferno de botar no papel.

politica, capitalismo, tirinha 

por: ryotiras.com

Videogame Heardle #38 

Esse faz séculos que não jogo.

🔇⬛️⬛️⬛️⬛️⬛️⬛️

videogame-heardle.glitch.me/

Em notícias mais leves, eu pretendia fazer o processo de seleção de mestrado com o tema de Representações do Corpo Político na Literatura De Rua da Inglaterra Moderna, mas acho que vou meter o louco e fazer um tema que envolva história e games. Quem sabe tornando videogames no meu trabalho eu não perco o vício?

Vida pós-pandemia, faculdade 

Enquanto isso, quando finalmente encontro alguém da minha turma ou que já conhecia, fica aquela sensação de "esse é o Fulano, mas será que ainda é o mesmo Fulano de 2 anos atrás?" E claro que não é: ninguém saiu desse processo pandêmico (ainda em andamento, btw) do mesmo jeito. E isso, é claro, inclui aquele que vos fala. Cada reencontro é como uma apresentação: eu me reapresentando, e o antigo conhecido tornado desconhecido se tornando conhecido de novo.

Mostrar conversa

Vida pós-pandemia, faculdade 

Voltar presencialmente à UFMG depois de 2 anos é muito estranho. Toda uma leva de novos estudantes entrou nesse ínterim, e como estava tudo paralisado, não conheço nem de cara - afinal, não houve recepção presencial de calouros. Enquanto isso, um monte de gente que estudava comigo se formou a despeito da pandemia, ou desistiu do curso por causa da pandemia. Sinto-me completamente deslocado.

Política, Rio de Janeiro 

Deus, colocando Crivella no governo do estado: "Calma, tô trabalhando nisso".

Mostrar conversa

Política, Rio de Janeiro 

"Ipec: Castro, Freixo e Crivella empatam na disputa pelo governo do Rio" @ uol.com.br/eleicoes/2022/05/23

What in the fucking hell

Crivella

Como

COMO

Meu Deus

Tem que acabar o RJ. :blobfacepalm:

Peguei um ônibus todo ferrado. Além de estar como número errado na frente porque o painel bugou, a campainha não está funcionando, então quem quiser descer tem que gritar pro motorista. E ainda por cima tá lotado.

Pelo menos tô sentado. :ablobcatrave:

Dia bem "produtivo". Participei de um minicurso sobre usos e apropriações de games no ensino e pesquisa de história e de um simpósio sobre oriente médio. Amanhã tem mais :ablobcatheart:

Gilce: "Preciso lavar roupa, acredita?"
Eu: "Acredito. Vamos lavar?"

[Silêncio]

Gilce: "Eu senti meu corpo sair do meu corpo quando você falou isso."

Videogame Heardle #35 

Nem joguei, um amigo meu me apoiou a música de hoje.

🔉⬛️🟩⬜️⬜️⬜️⬜️

videogame-heardle.glitch.me/

Pra deixar claro, a nova licença não diz "você não pode modificar meus commits", que já seria egocêntrico o suficiente. Ela diz "você não pode modificar ESPECIFICAMENTE esse commit aqui que todo mundo tá reclamando e que literalmente corrompeu os dados de vários usados e instituições profissionais de preservação histórica de software ".

Mostrar conversa

Bom dia para quem bem levantou da cama e está lendo drama de programadores com ego inflado.

O principal contribuidor e administrador de um emulador open source de computadores anciões decidiu que todas suas contribuições novas terão uma licença que explicitamente proíbe qualquer um de retirar uma "feature" controversa que só ele defende - a modificação sem autorização de dados de usuários para adição de metadados.

O puro suco de de FOSS-broderagem. :blobcatsip:

groups.io/g/simh/topic/new_lic

Entendu aujourd'hui : "Un PC sans Windows, c'est comme un gâteau au chocolat sans moutarde." 🤣

Mostrar mais antigos
Mastodon Brasil

O mastodon.com.br é uma instância voltada para falantes de português brasileiro. Com a intenção de ser um espaço acolhedor e menos tóxico, tentamos ser uma instância que abriga pessoas de todas nacionalidades, etnias, formatos de corpos, gêneros, de identidades e orientações sexuais diversas, feministas, neurodivergentes, independente de religião, raça e orientação política.